7 processos manuais que todo varejista deve parar de fazer

Os varejistas – na verdade, todos os empreendedores – estão mais ocupados do que nunca, com a maioria dos empresários sentindo que não têm tempo suficiente. Uma pesquisa da empresa de consultoria de gestão The Alternative Board descobriu que 72% dos gerentes de negócios se sentem sobrecarregados por suas funções e responsabilidades.

Você pode relatar? Nesse caso, você deve priorizar a liberação de mais tempo em seus negócios. Isso evitará o esgotamento e o manterá no topo do seu jogo.

Quando se trata de economizar tempo, uma das primeiras coisas que você deve fazer é avaliar seus processos atuais e encontrar maneiras de automatizar tarefas manuais e complicadas. Neste post, identificaremos os processos manuais mais comuns que estão deixando os varejistas mais lentos e ofereceremos recomendações sobre como agilizá-los.

1. Contagens de inventário

Quando terminar, aqui está o conteúdo que outros leitores consideram útil:

O controle de estoque eficaz é um pilar importante do sucesso do varejo, por isso é fundamental manter-se atualizado sobre o gerenciamento de estoque. Uma grande parte disso envolve contar seus produtos para garantir que seus registros de estoque correspondam aos itens reais na loja.

Embora seja difícil automatizar o ato do inventário físico (a menos que você tenha robôs para ajudá-lo), você pode agilizar o processo usando aplicativos de scanner de código de barras e outras ferramentas digitais em vez de caneta e papel tradicionais.

Se você já estiver usando um POS ou sistema de gerenciamento de estoque, pergunte aos seus fornecedores sobre seus recursos de inventário e veja se você pode usá-los em sua loja.

Você também pode automatizar o processo de reconciliação de seu estoque sincronizando seu sistema de gerenciamento de estoque com sua solução de contagem de estoque. Isso elimina a tarefa manual de verificar itens de uma prancheta que, por sua vez, acelera o processo de reconciliação e reduz o erro humano.

2. Gestão de clientes

Os consumidores de hoje estão exigindo mais personalização das marcas. Vários estudos indicam que 62% de consumidores esperam que as marcas enviem promoções personalizadas e 54% de compradores esperam descontos personalizados dentro de um dia após compartilhar seus detalhes com um varejista.

Claramente, as pessoas querem que os varejistas ofereçam experiências personalizadas e, para vencer no cenário atual, você precisa ser capaz de personalizar a forma como interage com diferentes clientes.

Fazer isso é praticamente impossível sem automação. A coleta manual de detalhes do cliente ou a tentativa de criar campanhas de marketing sem tecnologia não apenas leva tempo, mas também é uma prática incrivelmente difícil de dimensionar.

Por esse motivo, é importante se armar com um sistema eficaz de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) que possa automatizar a forma como você interage com os clientes e gerencia seus detalhes.

O CRM certo permite que você colete informações de compradores e segmente sua base de clientes com facilidade, para que você possa criar e executar campanhas personalizadas com facilidade. Para obter melhores resultados, integre seu CRM ao seu sistema de ponto de venda e plataforma de comércio eletrônico, para que os dados de vendas e os históricos de compras possam fluir sem problemas de um sistema para o outro.

3. Relatórios

Métricas e KPIs de varejo como giro de estoque, receita de vendas e margens são essenciais na tomada de decisões em seu negócio. As métricas ajudarão você a determinar tudo, desde quais itens pedir até quais tipos de promoções executar.

E embora seja certamente possível calcular essas métricas por conta própria, o processo consome seu tempo e abre espaço para erros humanos.

É por isso que, se você ainda está processando manualmente os números em seu negócio, é hora de automatizar o componente de relatórios de suas operações. Obtenha uma solução de análise de varejo que pode exibir automaticamente as métricas de vendas, estoque e clientes de que você precisa.

Dessa forma, você pode gastar menos tempo fazendo contas e mais tempo tomando importantes decisões de negócios.

store_data_retail_crm_compliantia.PNG

4. Escrituração

Acompanhar manualmente as receitas e despesas da sua empresa (sem mencionar a manutenção de recibos) não é apenas demorado, mas também pode causar uma grande dor de cabeça quando a temporada de impostos chegar.

Evite isso usando um software prático de escrituração e contabilidade (como Livros rápidos ou Xero). Conecte o aplicativo às suas contas bancárias e simplesmente categorize suas transações à medida que elas chegam. Comparado ao uso do Excel - ou pior, caneta e papel - o uso de aplicativos para lidar com seus livros torna a tarefa muito mais fácil e ajuda a manter sua sanidade mental na hora de arquivar seus impostos.

Então, se você ainda não o fez, comece a automatizar a contabilidade do seu negócio. Seu futuro eu e contador agradecerão por isso.

5. Reconciliações de POS de fim de dia

Falando em finanças, as reconciliações de POS no final do dia são outra tarefa crítica que funciona melhor quando automatizada. Tradicionalmente, o processo envolve garantir que os pagamentos reais recebidos correspondam aos pagamentos registrados em seu sistema de ponto de venda. Ele também ajuda a rastrear sua receita por tipo de pagamento (por exemplo, dinheiro versus pagamentos com cartão de crédito).

Os especialistas recomendam a realização de reconciliações de PDV pelo menos uma vez por dia ou mesmo após cada turno enquanto as transações ainda estão frescas.

As reconciliações de pagamento podem ser bastante trabalhosas, mesmo se você já tiver um ótimo sistema de ponto de venda. Se você deseja tornar a prática muito mais fácil, considere implementar pagamentos integrados.

Ter um sistema de pagamento integrado significa conectar seu POS com seu processador de cartão de crédito, para que os dados de pagamento sejam registrados e combinados automaticamente. Isso elimina a necessidade de registrar manualmente os valores de pagamento em seu PDV, tornando o processo mais rápido e menos propenso a erros.
Resultado de imagem para Vend POS e Xero Accounting

6. Auditorias de varejo

A maneira tradicional de conduzir auditorias de lojas de varejo pode ser complicado, principalmente porque há uma série de tarefas e etapas envolvidas no processo.

As auditorias precisam ser agendadas e coordenadas com antecedência, e os gerentes distritais são obrigados a visitar as lojas de varejo para que possam verificar problemas de conformidade. Depois, há a tarefa de compartilhar os resultados da auditoria com as partes relevantes e garantir que as etapas de ação sejam atribuídas e executadas adequadamente.

Como você pode ver, auditorias de varejo têm muitas partes móveis e gerenciar tudo pode exigir muito tempo e mão de obra. Por esse motivo, é melhor automatizar partes do processo usando uma ferramenta robusta solução de auditoria de varejo.

Bindy, por exemplo, possui uma série de funcionalidades úteis que podem agilizar o processo de auditoria. Listas de verificação inteligentes da loja, gerenciamento de tarefas, verificação de fotos, calendários colaborativos e recursos de rastreamento de ingressos, Bindya gama de recursos do permite que você fique por dentro de todas as etapas do processo de execução e comunicação da loja.

Compatibilidade com software de auditoria de varejo

7. Comunicação da Loja

Gerenciar as comunicações da equipe é fundamental no varejo. As pessoas no escritório corporativo, juntamente com gerentes e funcionários da linha de frente, precisam estar na mesma página quando se trata de coisas como:

  • atualizações para armazenar políticas
  • acesso aos manuais da loja
  • informações de recall de produtos
  • atribuições de tarefas e acompanhamentos

São muitas informações para acompanhar e canais tradicionais como e-mail, telefonemas e mensagens de texto não têm recursos para manter todos em sincronia. Quando a comunicação acontece em várias plataformas, é muito fácil que detalhes e mensagens passem despercebidos.

Canais como e-mail, SMS e chamadas de voz também dificultam o rastreamento da conclusão da tarefa. O novo funcionário viu e leu as políticas da loja da empresa? O recall foi realizado em todas as lojas? Você não pode obter respostas rápidas para essas perguntas se seus canais estiverem fragmentados.

É por isso que você deve equipar sua empresa com uma plataforma que mantenha todas as suas comunicações, documentos e tarefas em um só lugar. Existem várias soluções em nuvem que permitem que você faça isso, e alguns provedores (como Bindy) oferecem uma solução de varejo tudo-em-um para lidar com toda a comunicação da sua loja e gerenciamento de tarefas.

Uma palavra sobre integrações de aplicativos

Esta postagem menciona bastante as integrações de aplicativos e por boas razões. Conectar seus aplicativos e soluções de negócios (por exemplo, POS, CRM, contabilidade, comunicação da loja etc.) permite automatizar vários processos em seu negócio, economizando tempo e minimizando erros.

É por isso que sempre que você tiver a oportunidade de conectar diferentes aplicativos em seu negócio de varejo, certifique-se de fazê-lo. As integrações nativas funcionam melhor, portanto, se você já possui aplicativos instalados, veja se eles possuem complementos ou parcerias com outras soluções que você pode usar em seus negócios.

Se isso não for uma opção, considere usar uma ferramenta como Zapier, que permite conectar vários aplicativos para automatizar seus fluxos de trabalho. Você também pode obter ajuda de integradores de nuvem. São especialistas em tecnologia que podem recomendar e configurar aplicativos e fluxos de trabalho, dependendo das necessidades de sua empresa.

O que quer que você decida fazer, a automação e as integrações podem ser uma dádiva de Deus para o seu negócio. Quando usados corretamente, eles podem reduzir o estresse, devolver horas ao seu dia e ajudá-lo a executar uma operação de varejo mais eficiente.  

Sua vez

Quais tarefas ou fluxos de trabalho em sua empresa você está automatizando? Deixe-nos saber nos comentários.

Sobre o autor:

Francesca Nicasio é um escritor freelance e estrategista de conteúdo que se dedica a escrever sobre tendências de varejo e dicas que ajudam os comerciantes a aumentar as vendas, melhorar o atendimento ao cliente e ser melhores varejistas em geral. Seu trabalho tem sido destaque nas principais publicações do setor de varejo, incluindo Pontos de contato de varejoLuta de ruaExperiência do cliente no varejoVENDER, e mais. Ela também é uma líder de pensamento em destaque no LinkedIn e é seguida por mais de 300.000 profissionais no site.
 
 
 
 

One thought on “7 Manual Processes Every Retailer Should Quit Doing

  1. Realmente boas idéias e listas de verificação. Trabalhei por quase 10 anos em uma empresa que já possui esses processos. Eu pessoalmente ajudei a implementar muitos dos novos processos de PDV. Fico feliz em ver essas informações ajudando outras empresas.

Deixe uma resposta